Caverna da lua de Saturno

Letra e Áudio

Hoje eu chorei ao ver na televisão
que os anjos estão matando por ilusões
São demônios em igrejas e hospitais

Hoje uma estrela ardente caiudo céu
Caiu bem no fundo do peito em meu coração
e matou os meus sonhos, ideais

Se eu não tivesse filhos
um amor e três cachorros
ia embora deste mundo
sem querer voltar

Se eu não tivesse amigos
um país e o seu povo
ia embora pra Saturno
ou Andrômeda

Hoje eu vi que este mundo está morrendo
de ódio, loucura, consumo e de solidão
e os vírus, as causas, somos nós

A vida vale muito mais que bilhões de moedas
ideologias, governos e religiões
Só o amor subverte tanta dor

Se eu não tivesse filhos
um amor e três cachorros
ia embora deste mundo
sem querer voltar

Se eu não tivesse amigos
um país e o seu povo
ia embora pra Saturno
ou Andrômeda
Ia embora pra Saturno
sem querer voltar
Numa lua de Saturno eu ia ficar
Numa caverna da Lua de Saturno
ou Andrômeda


“A letra e a música desta canção começaram a ser compostas um dia após eu assistir na televisão uma matéria jornalística em que uma enfermeira denunciava um médico que ao socorrer um paciente com quadro de infarto, na frente de um hospital, mandou que ele fosse levado para outro hospital bem mais distante.

Ao ser questionado que essa atitude aumentava os riscos de morte do paciente, o médico respondeu que deveria ser obedecido e pronto. Porque o médico assim agiu? Simples, por que ele ganhava comissão (propina) para indicar pacientes para UTI daquele hospital. 

Ao ver isso uma tristeza profunda tomou conta de mim. Vi nisso o egoismo, individualismo, falta de solidariedade que vivemos em nosso mundo atualmente. 

De fato deu vontade de pegar uma espaçonave qualquer e sumir da Terra. Assim fiz essa música que é um grito de alerta para toda a humanidade, talvez.”

Sérgio Taboada

Deixe uma resposta